Como Construir a Vida dos Seus Sonhos – Um Guia Escrito Por Quem Chegou Lá

Qual a vida dos seus sonhos?

A minha era simples e bem definida: trabalhar com o que amo e viajar pelo mundo ao mesmo tempo.

Eu não queria ser rico. Não desejava a fama. Queria liberdade e autonomia.

Hoje tenho a vida que sempre quis. Vivo a vida dos meus sonhos.

Escrevo essas linhas em Bangkok, a capital da belíssima Tailândia, onde estou morando por alguns meses. Daqui minha jornada segue para não sei onde.

Mas e você? Qual a vida dos seus sonhos?

Seja qual for, eu estou totalmente convencido de que você pode torná-la uma realidade.

Como? Vou explicar em detalhes ao longo deste artigo, que é um guia escrito por quem chegou lá!

Vou apresentar os ingredientes básicos para essa realização e deixar claro os passos que você precisa dar.

Vou mostrar como transformei o meu grande sonho em realidade e como você pode fazer o mesmo.

Acredite, você pode!

Leia minhas palavras com a mente e o coração abertos e depois coloque-se em movimento seguindo o que aprendeu.

Preparado para aprender como construir a vida dos seus sonhos? Então continue lendo.

Aqui está uma lista dos assuntos sobre os quais iremos conversar:

O Conceito de Sucesso Que Torna o Sucesso Possível

Tenho uma concepção de sucesso muito diferente da concepção dominante na sociedade brasileira.

Ela é mais simples. É também, na minha opinião, mais sensata.

Mas o mais importante é que ela torna o sucesso possível hoje mesmo, em vez de atirá-lo num futuro distante.

Eis o que penso ser o sucesso:

Sucesso é fazer tudo com início, meio e fim. O resto é consequência disso. — André Valongueiro

O sucesso é, para mim, a capacidade de concretizar. E a vida dos seus sonhos é uma consequência direta dessa capacidade.

Faça a si mesmo, agora, a seguinte pergunta:

Possuo essa capacidade de concretizar, de fazer tudo com início, meio e fim?

Essa é uma pergunta que você deve responder com absoluta sinceridade, já que sem essa capacidade não se pode fazer coisa alguma.

E então, qual a sua resposta?

Se você tem essa capacidade extraordinária, ótimo! Se não tem, não se desespere, você pode conquistá-la.

Começar e terminar me basta

Eu mesmo criei o conceito de sucesso acima e o transformei num importante princípio de orientação pessoal.

Digo para mim mesmo, todos os dias:

Tenho sucesso quando começo e termino aquilo que me propus fazer.

Repete agora, lentamente, baixinho ou mentalmente, consciente de cada palavra:

Tenho sucesso quando começo e termino aquilo que me propus fazer.

Começar e terminar me basta. A partir daí prefiro deixar que os efeitos dos meus esforços manifestem-se como queiram.

É claro que desejo certos resultados das minhas ações, mas procuro confiar que os resultados que obtenho, independente de quais sejam, são sempre melhores do que aqueles que eu havia desejado.

Essa maneira de pensar e agir – esse mindset – tornou minha vida mais simples e proveitosa.

Não estou mais atrás de um sucesso que nunca alcanço.

Sou calmo, paciente e raramente sofro com as ansiedades e angústias que são tão comuns entre as pessoas.

Aprendi que as minhas ações não devem ser preenchidas apenas de ambição, mas também de virtude.

Há um valor misterioso escondido em cada pequena ação, independente do resultado que ela produz.

Essa descoberta me deu grande impulso para viver e trabalhar melhor, para desempenhar bem meu papel único na existência.

Vamos conversar um pouco mais sobre o valor, a nobreza e a capacidade das nossas ações. Esse é um tema fascinante.

A Ação Humana, Um Motor Criador

“Eu sou onde ajo”, disse Louis Lavelle (1883 — 1951) em A Consciência de Si.

A nossa ação é o motor que cria, a cada instante, nossa própria realidade.

Como são poucas as pessoas que entendem a profundidade dessas palavras. Te encorajo a meditar sobre elas.

Precisamos agir. E agir bem. A ação é tudo o que temos para construir a vida dos nossos sonhos.

Não agir é uma tragédia. Age! Como? Com amor, boa vontade e firmeza de propósito.

Mas não só com isso. Age também, em tudo, com ordem e paz.

A ordem e a paz foram os ingredientes que usei e continuo usando para construir a vida dos meus sonhos.

Escrevi as linhas abaixo em meu livro 55 Meditações e Broncas. Elas mostram a importância que dou a essa “dupla de ouro” para o sucesso:

Faz com que a ordem, a atenção e a serenidade (a paz) se encontrem no teu trabalho, no teu estudo e no teu lazer. Verás como a vida se torna mais agradável quando essa reunião virtuosa acontece nas tuas atividades.

São esses os ingredientes que você precisa usar para construir uma nova vida e uma nova realidade: ordem e paz.

Conversaremos sobre eles em breve, agora eu quero convidar você a meditar comigo sobre o significado da expressão “a vida dos seus sonhos”.

Sobre a Vida Dos Seus Sonhos

Não queremos jogar palavras ao vento e discutir coisas vazias, certo? Não estamos aqui para perder tempo, mas para falar como pessoas sérias.

Você é uma pessoa séria?

Uma pessoa séria entende que “construir a vida dos seus sonhos” não significa criar para si mesma um “parque de diversões existencial”.

Pense por um momento na vida, na vida como ela é.

São tantas as nossas misérias, sofrimentos e fraquezas. São tantos os obstáculos no caminho. São tantas as variáveis que não podemos controlar.

Alguns chegam até mesmo a se desesperar diante de tantas dificuldades.

A vida dos seus sonhos não é – e jamais poderá ser – uma vida perfeita. As dificuldades terão sempre um novo rosto, elas nunca desaparecerão.

Construir a vida dos seus sonhos não é buscar uma perfeição ilusória e impossível.

O que é, então, essa “vida dos seus sonhos”?

Ela é a perfeita submissão à sua vocação mais íntima e às suas aspirações mais puras, profundas e sinceras.

Ela nasce do amor à própria vida e da sublime descoberta de que vivê-la bem não é apenas desejável, mas um dever que se impõe a nós como dever sagrado.

A existência não nos foi dada de graça, ao acaso. Temos a obrigação de honrá-la.

O que esperar da vida dos seus sonhos?

A vida dos seus sonhos ainda terá dificuldades e obstáculos, mas terá também um senso de propósito e lhe dará a certeza de que sua vocação pessoal está sendo honrada e cumprida.

A maioria das pessoas parece acreditar que as dificuldades da vida são um sinal de que alguma coisa está errada.

É como se, para elas, não devessem existir obstáculos, mas um caminho sempre livre para a mais perfeita realização pessoal.

Quanta tolice e infantilidade!

Os obstáculos e dificuldades da vida são, como disse o imperador-filósofo Marco Aurélio (121 d.C. — 180 d.C.), o próprio caminho.

A tensão entre o que somos e o que desejamos ser, entre nossa situação real e nossa situação desejada, é a própria substância da vida.

Tentar fugir dessa tensão é inútil. Devemos abraçá-la.

Não devemos, em nenhuma hipótese, confundir a vida dos nossos sonhos com uma vida cômoda, fácil e livre de dificuldades.

Somos pessoas sérias, não somos?

Está gostando do artigo?

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

Os 2 Ingredientes Para Construir a Vida Dos Seus Sonhos

Construir a vida dos seus sonhos requer trabalho. Um trabalho que não termina. Uma ação sem fim.

É que a ação, como disse Louis Lavelle, é “o escudo do espírito”, e se relaxamos e cedemos ao ócio abrimos espaço para que as doenças do corpo, da alma e da mente se instalem em nós.

Não podemos nunca parar de agir – e de agir bem.

E não pense que esse “agir sem parar” significa estar sempre em movimento: o descanso adequado também é boa ação.

É a qualidade das nossas ações que nos aproxima ou distancia, em todos os momentos, da vida dos nossos sonhos.

Para agir bem e construir a vida dos seus sonhos, muitos ingredientes são necessários, mas desejo explorar dois deles com você:

  1. Ordem. A capacidade de conceber, organizar e, principalmente, executar idéias.
  2. Paz. A capacidade de agir com alegria e inocência, livre das ansiedades que desmobilizam nossa vontade e enfraquecem nossas ações.

Agir com ordem é fazer o que precisa ser feito no momento em que precisa ser feito. É cumprir o pequeno dever de cada momento.

Se formos capaz de agir assim, todos os nossos projetos serão concretizados – e isso é sucesso, lembra?

Já a paz é a qualidade da mente e do espírito capazes de agir sem esforço, livre de tudo aquilo que bloqueia nossa potência e criatividade.

Vamos explorar esses dois ingredientes fundamentais separadamente.

1. Ordem é Progresso

Não canso de repetir isso para os meus coachees, alunos e leitores. Acho que essa é uma grande e importante verdade.

Repete baixinho agora, independente de onde estejas, mesmo que só possas sussurrar:

Ordem é Progresso.

Mais uma vez:

Ordem é Progresso.

Para caminhar na direção da vida dos seus sonhos, é necessário aprender a fazer tudo com ordem.

É que o progresso é simplesmente o resultado da ordem, o resultado de uma série de ações realizadas da maneira adequada e nos momentos adequados.

Escrevi assim no meu livro 55 Meditações e Broncas:

Para os que desejam a grandeza naquilo que fazem é importante que fique claro: toda grandeza consiste somente em fazer o pequeno dever de cada momento. Faz o que deves e está no que fazes e tudo vai se construindo a seu tempo.

Ter ordem é, como já dissemos, cumprir o pequeno dever de cada momento. Mas o que isso significa na prática?

Cumprir o pequeno dever de cada momento é, entre outras coisas:

  • Respeitar a hora exata de acordar
  • Ser pontual e respeitar o tempo das outras pessoas
  • Consumir o alimento adequado na hora adequada
  • Ouvir quando se deve ouvir, falar quando se deve falar
  • Descansar quando se deve descansar e abominar a preguiça

Poderíamos listar muitos outros exemplos, mas acho que você entendeu a mensagem.

Não há nada de especial nos exemplos acima. O esforço que se faz para cumpri-los, no entanto, é suficiente para transformar radicalmente a sua vida. Experimente.

O que desejo que você entenda de maneira definitiva é que o progresso nada mais é do que a consequência do desenvolvimento da sua capacidade de praticar a ordem.

Se há ordem, há progresso. E quanto mais ordem, mais progresso. Não esqueça disso.

2. Sem Paz pouco se faz

Qualquer conquista vale muito pouco se não puder ser desfrutada em paz. Na verdade, muito pouco pode ser feito se não estamos em paz.

O resultado da ação do homem inquieto é sempre inferior ao da ação do homem sereno.

O homem sereno age com desembaraço, radiante e livre de esforço.

O homem inquieto se agita por tudo e muito pouco realiza. O ansioso anda em círculos.

As palavras de São Francisco de Sales (1567 — 1622) descrevem bem essa realidade:

Toda inquietação perturba a nossa razão e nos impede de fazer bem aquilo mesmo que nos inquieta. — São Francisco de Sales

No processo de construção da vida dos seus sonhos é preciso aprender a moderar a ansiedade, a angústia e as preocupações.

A paz, se não existe, torna a ordem impossível.

É necessário que esses dois elementos estejam unidos para que as nossas ações alcancem seu potencial máximo.

Vamos estudar agora os 3 passos fundamentais para construir a vida dos seus sonhos.

Os 3 Passos Para Construir a Vida Dos Seus Sonhos

Ouça-me com atenção: você pode realizar (quase) tudo o que quiser, pode construir a vida dos seus sonhos.

Mas querer não é suficiente, é preciso que o querer se converta em ação.

Aqui estão, de forma resumida, os 3 passos para construir a vida dos seus sonhos:

  1. Ter a certeza de que a vida dos seus sonhos é possível e viável, e não um delírio de grandeza
  2. Dominar a ciência e a arte de se organizar e produzir com ordem
  3. Trabalhar e agir bem dia após dia, sempre na posse de um espírito despreocupado que despreza o medo, a incerteza e a angústia

Quero investigar com você cada um dos 3 passos acima separadamente. Precisamos entendê-los com clareza e profundidade.

Sem esse entendimento corremos o risco de não enxergar a verdade e a sabedoria contida nesses 3 passos.

1. A vida dos seus sonhos dentro dos limites da sua realidade

Vamos começar falando a verdade: não, você não pode tudo.

Somos seres finitos e temporais: nosso tempo de vida irá acabar e morreremos. Esse precisa ser o nosso ponto de partida.

Platão (428 a.C. — 348 a.C.) considerava a meditação sobre a morte como sendo a verdadeira meditação sobre a vida.

O que ele está dizendo é que só a presença constante da consciência da morte pode conferir às nossas escolhas e ações toda sua potência, seriedade e profundidade.

Preste atenção nessas duas palavras: temos limites.

E não importa o quanto a auto-ajuda que está por aí repita que “você pode tudo”. Você não pode.

um horizonte de possibilidades que define o limite da vida dos seus sonhos e essa vida precisa estar dentro desse limite.

Esse limite não é definido apenas pelo tempo de vida que temos, mas também por nossas inclinações, tendências e gostos.

Portanto, nosso primeiro passo pode ser dividido em duas partes:

  1. Escolher a vida que você deseja construir
  2. Assegurar-se de que ela é possível e viável, e não um delírio de grandeza

A vida dos seus sonhos é uma equação complexa, com muitas variáveis envolvidas. Não é tarefa fácil defini-la e estar 100% seguro dela.

Se você quiser minha ajuda para isso, conheça o meu programa de coaching Vida: Propósito, Sentido e Direção.

Posso ajudar você pessoalmente a encontrar seu caminho de vida único e especial.

Como sonhei com os pés no chão

Quando comecei a pensar em viajar o mundo e trabalhar ao mesmo tempo, tomei muito cuidado em conceber esse estilo de vida com os pés no chão.

Seria impossível, por exemplo – ou pelo menos muito improvável –, que eu pudesse viver como um nômade digital e, ao mesmo tempo, manter bens materiais de alto valor financeiro no Brasil.

Manter veículo, apartamento e outros bens como esses no Brasil enquanto viajava seria extremamente caro e certamente tornaria o meu sonho inviável.

Eu precisaria de muito mais dinheiro para realizar meu sonho: dinheiro para manter meus bens no Brasil e dinheiro para viver fora do país.

O que eu fiz? Abri mão de possuir bens de grande valor e abracei o minimalismo.

Se você quiser ter uma idéia da quantidade de bens materiais que possuo e conhecer o método que usei para começar a viver com menos, leia o meu Guia de Introdução do Minimalismo.

O que você precisa saber é que a vida dos seus sonhos será uma escolha. Você poderá vivê-la, mas precisará abdicar de certas coisas.

É por isso que a grande maioria das pessoas jamais viverá a vida que sempre sonhou: elas são incapazes de abrir mão do que é bom para possuir aquilo que é excepcional.

E você, pode fazer essa troca? Sei que pode. E se você pode, a vida dos seus sonhos é uma possibilidade real. Lute por ela.

Uma realidade que se expande

É claro que os limites da nossa realidade podem se expandir e que aquilo que nos parece impossível hoje pode ser possível amanhã.

Mas não devemos nos preocupar com esse movimento de expansão das possibilidades. Não devemos sequer pensar nele ou desejá-lo.

Ele será a consequência natural das nossas boas intenções e ações ordenadas, da nossa capacidade de agir com ordem e paz.

A vida dos seus sonhos deve estar contida dentro dos limites das suas possibilidades atuais, mas deve se expandir conforme esses limites se expandem.

Por isso dissemos que ela é “um trabalho que não termina” – ela crescerá com você e você crescerá com ela.

Seja indiferente ao que está fora das suas possibilidades atuais.

Está gostando do artigo?

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

2. Construindo a vida dos seus sonhos

Depois de possuir uma visão clara da vida dos seus sonhos e ter a certeza de que ela é algo realmente possível, é hora de começar a trabalhar.

Convido você a assistir o vídeo abaixo. Ele tem apenas 1 minuto e será o ponto de partida para essa etapa do nosso estudo.

Ele apresenta não apenas um resumo dos 3 passos que estamos explorando, mas uma síntese de toda a minha filosofia de vida, de trabalho e de coaching.

Se você não puder assistir agora, leia a transcrição logo abaixo do vídeo.

Assine o canal no YouTube:

 

Transcrição do Vídeo:

Olha só… Você pode fazer tudo o que você quiser. Porque você não é nenhum retardado. Você é portador das mesmas capacidades e das mesmas potências que eu sou, que os seus amigos são, que os seus colegas de trabalho são… Você só precisa acabar com essa maldita mania de grandeza – com essa coisa de querer tudo ao mesmo tempo e tudo de uma só vez – e substituir esse vício pela virtude da diligência, da seriedade. Pela virtude do sentar e trabalhar de maneira organizada e ordenada, porque o progresso não é mais do que o desenvolvimento da ordem.

Diligência. Essa é uma palavra de origem latina – diligere – e significa amar. O diligente – diligens, em latim – é aquele que ama.

A virtude da diligência consiste em agir com amor, zelo e prontidão para construir ou conquistar aquilo que desejamos.

Estamos falando agora de eficácia, eficiência, produtividade – tudo isso praticado com o que nós temos de melhor.

Sendo ainda mais claro: este segundo passo consiste em aprender e dominar a arte e a ciência de produzir de maneira organizada e ordenada.

A produtividade como ciência e arte

A produtividade não é apenas um disciplina técnica, uma ciência; é também uma disciplina espiritual, uma arte.

Precisamos dominar as técnicas e as estratégias de produtividade, mas precisamos também dominar a arte de dispor do nosso próprio espírito e colocá-lo para trabalhar naquilo que é necessário.

Quantas pessoas não destroem suas chances de viver uma grande vida por causa da procrastinação, da desorganização e da preguiça?

A incapacidade de dispor de si mesmo, concentrar-se e fazer até as mais simples atividades com início, meio e fim desencadeou uma epidemia de desgosto e desesperança.

Tudo se faz pela metade, com muita dispersão, má vontade e nenhum amor. Precisamos remediar isso em nós mesmos.

Só assim será possível construir a vida dos seus sonhos. Não há outro caminho.

É preciso cultivar a diligência, o desejo de agir bem e alcançar a excelência.

A excelência, diz Aristóteles (384 a.C. — 322 a.C.), não é um ação isolada, um ato, mas um hábito. E um hábito é construído através da repetição.

Planejar bem, sem excessos nem extravagâncias, e executar esse planejamento com diligência: esse é o nosso dever, nossa obrigação.

Só assim converteremos, pouco a pouco, a visão da nossa vida dos sonhos em uma realidade concreta, capaz de ser tocada e vivida.

Se ser produtivo, disciplinado e fazer tudo com início, meio e fim é uma dificuldade para você, eu posso ajudar. Conheça os meus programas de coaching.

3. Perseverar com Ordem e Paz

A expressão “pouco a pouco”, usada no parágrafo acima, é importante.

A vida dos seus sonhos não é uma realização imediata. Para se formar, ela exige a continuidade dos nossos esforços.

“Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha”, nos disse Confúcio (551 a.C. — 479 a.C.), o grande sábio e filósofo chinês.

Essa é a sabedoria que os milênios não apagaram e não irão apagar.

Da China para a Grécia, temos as palavras de Plutarco (46 d.C. — 120 d.C.), discípulo de Platão, que nos servem muito bem nesse momento do nosso estudo:

A perseverança é mais eficaz do que a violência, e muitas coisas que, quando reunidas, são invencíveis, cedem a quem as enfrenta um pouco de cada vez.

Perseverar. Não com violência, mas com paz.

É preciso começar e terminar. E começar novamente uma nova etapa. Todos os dias.

Constância – as grandes obras a exigem. E a vida dos seus sonhos é uma grande obra.

Que não exista dia em que não trabalhemos naquilo que constituirá a obra da nossa vida – e a vida dos seus sonhos é a obra da sua vida.

O segredo da perseverança e da constância nós já discutimos: a ordem e a paz.

Cometeremos erros e cairemos no caminho? Sem dúvida. Mas e daí? Aqui está a solução:

Cair e levantar – uma e outra vez, uma e outra vez, uma e outra vez. — André Valongueiro

Nada de desgosto. Nada de desânimo. Se caímos, levantamos. Se fracassamos, começamos novamente.

Conclusão

Se você chegou até aqui, parabéns!

Isso prova o seu comprometimento com a missão de construir a vida dos seus sonhos.

O objetivo deste guia foi lançar as bases de uma filosofia capaz de inspirar você e fazer você entender o que é necessário para realizar os seus maiores sonhos.

As pessoas possuem sonhos diferentes, mas os meios de realização são essencialmente os mesmos para todas elas.

O que você achou? Gostaria muito de ouvir sua opinião. Deixe um comentário abaixo.

E não deixe de compartilhar esse guia com os seus amigos e contatos nas redes sociais. Use os botões acima.

E se você quiser a minha ajuda para começar a trilhar o maravilhoso caminho em direção a vida dos seus sonhos, clique na imagem abaixo.

Coaching com André Valongueiro

23 Comentários


  1. Olá André, estava vagando pela rede e acabei me deparando com seu artigo… Fiquei impressionado, pois, após ler este e outros, percebi que tenho os planos da vida dos meus sonhos já definida, se assim posso dizer. Porém percebi que ainda me faltava algo para conseguir tornar real e ainda não sabia o que era, mas graças a você eu percebi que o elemento que ainda me falta para conseguir é a ORDEM e a PAZ que eu tanto tive e acabei deixando de lado a alguns anos… Mas graças a você sei que posso realmente conquistar o que preciso e o que quero!
    Te agradeço muito e espero que você continue com esse projeto incrível, pois tenho certeza que ajudará ainda mais pessoas como eu.

    Responder

  2. Simplesmente fantástico! Incrível como você conseguiu sintetizar tantos ensinamentos em um post tão pequeno. Parabéns pelo trabalho e continue nos prestigiando com suas ideias.

    Responder

    1. Obrigado, Lucas. Em breve novos artigos, já estou trabalhando nisso. Não deixe de cadastrar seu e-mail para irmos nos falando ao longo da sua aventura. Um abraço!

      Responder

  3. Parabéns por este excelente artigo seu que adorei. Uma reflexão muito interessante e muito útil para construir uma vida com sentido, serenidade,genuinidade e harmonia. Feliz Natal para si e para todos os leitores

    Responder

  4. Olá, André. Tudo bem?
    Dediquei o finalzinho deste domingo para conferir o seu post, e como sempre, termino a leitura mais confiante de que um dia poderei também viver a vida dos meus sonhos.
    Obrigado por compartilhar suas experiências e sucessa na jornada amigo. Abraços.

    Responder

    1. Fala, Andreas. Que prazer ter você como leitor. E que alegria saber que posso inspirar você de alguma forma. Estou certo de que a vida dos seus sonhos pode ser alcançada e que você fará isso, e espero que esse texto tenha ajudado a iluminar o caminho de alguma maneira.

      Um abraço e obrigado pelo comentário! 🙂

      Responder

  5. André, como sempre muito inspirador. E sempre, em seus textos, tenho sentimento de que o conheço a anos, como se fosse um amigo próximo da rua. É sempre bom e motivador acompanhar o crescimento e as descobertas que você apresenta! Sinceramente, muito obrigado!

    Responder

    1. Obrigado, Ulisses. É bom saber que o tom da escrita traz essa sensação de proximidade e familiaridade. Esse é realmente o objetivo dos artigos que publico por aqui: fazer com que pareçam uma conversa.

      Espero que depois da leitura você esteja motivado e inspirado para começar a construir a vida dos seus sonhos, que é a única vida que vai realmente te fazer feliz.

      Um grande abraço e conte comigo para o que precisar. É um prazer ter você como leitor!

      Responder

  6. Olá André, parabéns por mais um excelente artigo! Sou sua fã há algum tempo, aluna (continuo refazendo o curso periodicamente) da academia de pilotos. Com sua ajuda também construí a vida dos meus sonhos e é muito bom continuar a aprender e evoluir. Só fico triste de só agora você ter chegado á Tailândia – passei cerca de 3 meses no país e adoraria ter te encontrado! Quem sabe num outro momento a gente se cruze pelo mundo! Um abraço.

    Responder

    1. Renata, que maravilha ouvir que você construiu a vida dos seus sonhos e que eu ajudei nessa conquista. Acho que não há nada mais legal para um escritor e um coach do que ouvir isso. Show de bola!

      Me me conta: que vida dos sonhos é essa que você construiu? Compartilha aí!

      E que pena que não tenhamos nos cruzado por aqui. Teria sido ótimo ouvir sobre a sua conquista pessoalmente. Mas certamente teremos outra oportunidade no futuro, talvez aqui mesmo na Tailândia.

      Me conta mais, estou esperando com muita curiosidade! 🙂

      Responder

  7. Valongueiro, minha dúvida é simples: você fala em construir a vida dos nossos sonhos, mas e quem não sabe que vida seria essa? Estou com 33 anos e ando super confusa sobre o que fazer da vida.

    Espero que você possa me dar uma boa resposta, pois você não imagina o quanto o seu texto me encheu de ânimo. Sua escrita é maravilhosa e super envolvente. Parabéns e muito obrigada!

    Responder

    1. Oi, Cecília. A minha resposta também é simples: quem não sabe que vida seria “a vida dos seus sonhos” precisar tratar de descobrir o mais rápido possível.

      É claro que nem sempre é uma tarefa fácil, especialmente se estamos confusos, mas é certamente necessário vencer essa confusão e alcançar algum grau de certeza e clareza sobre a vida que desejamos levar.

      Quando alguém me diz que não sabe o que fazer da vida eu procuro mostrar que essa declaração não é tão verdadeira assim. Todos nós sabemos algo da vida que desejamos viver. E todos nós sabemos muitas coisas que não queremos para nós. Essas são coisas que já sabemos são um ponto de partida seguro.

      Quando digo que precisamos saber o que é essa “vida dos nossos sonhos” não estou dizendo que precisamos estar seguros e certos de todos os detalhes. Alguns aspectos estarão obscuros e serão esclarecidos com o tempo. O meu próprio Plano de Vida tem diversos pontos obscuros que precisam ser melhor definidos. O que não podemos fazer é esperar uma definição total de cada pequeno aspecto para começar a fazer o trabalho que irá construir essa vida. Já há trabalho a ser feito hoje, se você quiser.

      No meu programa de coaching “Vida: Propósito, Sentido e Direção” eu construo com cada pessoa o seu Plano de Vida com base em uma série de diálogos e exercícios meditativos. O método que uso é exatamente o mesmo que usei para construir o meu próprio Plano de Vida e que me trouxe os resultados que tenho.

      Acho que participar desse programa comigo pode lhe fazer muito bem e te fazer ganhar muito tempo. Dê uma olhada nesse link: http://www.valongueiro.com/coaching-proposito/

      Será que fui claro? Se não fui, pergunte novamente. Ou pergunte outras coisas. Estou aqui para ajudar no que você precisar.

      Um abraço!

      Responder

  8. Boa tarde André. Adoro seus artigos. E estou em busca dessas muitas coisas (valores) para minha vida. Mas principalmente em relação à produtividade, quero realizar alguns sonhos e precisamos agir. Um aspecto que me chamou bastante atenção foi sobre o minimalismo, fiz uma mudança recentemente e percebi que nós (a grande maioria das pessoas) vivem exatamente o oposto e quanta coisa é desperdiça (dinheiro, energia etc). Coisas totalmente desnecessárias, que olho e não vejo sentido naquilo. Acho que estamos deixando de lado a essência com seres humanos. Parabéns.

    Responder

    1. Obrigado, Ana. Feliz em ter você como leitora. 🙂

      Acho que um dos trechos mais verdadeiros desse artigo é aquele em que digo que as pessoas são incapazes de “abrir mão do que é bom para possuir aquilo que é excepcional”. A matemática é simples: o tempo, a energia e o dinheiro que usamos em algo não poderá ser usado em outro algo. É necessário escolher.

      Se percebemos que manter algo – seja um bem qualquer, uma atividade ou um relacionamento – é um desperdício ou mal uso dos nossos recursos (tempo, energia, dinheiro etc.), devemos largar isso o mais rápido que pudermos. E mais ainda: se percebemos que para obter algo muito bom nós devemos abandonar o que é apenas bom, que façamos isso.

      Essa é a sugestão de Platão, que nos encorajava a perseguir com todas as forças aquilo que chamou de Bem Supremo.

      Em tempo: já leu o meu Guia de Introdução do Minimalismo? Pode ajudar você a destralhar sua vida e sua casa. Não deixe de ler. O link é esse: http://www.valongueiro.com/viver-com-menos/

      Um abraço e conte comigo para o que precisar!

      Responder

  9. André muito obrigado pelo artigo! Vc é um cara iluminado. Queria conversar com vc sobre coaching. Vc faz coaching via skipe? Como entre em contato você?

    Responder

  10. Parabéns ao Mestre Valongueiro pela dedicação em escrever mais um texto repleto de conhecimento e ideias que nos fazem refletir… Obrigado.

    Responder

    1. Obrigado, Everson. Fico feliz que tenha gostado. É sempre um prazer trabalhar num artigo e ver que ele foi capaz de iluminar as pessoas de alguma forma.

      Um abraço e conte comigo para o que precisar!

      Responder

  11. Valongueiro, mais um ótimo artigo com uma escrita única e diferenciada. Gostei bastante do tema e dos assuntos, pois tenho empregado muito desses conceitos em minha vida também.

    Hoje, para ti, que já alcançou seu sonho de ser um nômade digital e possui uma vida minimalista, quais são seus sonhos atuais?

    Responder

    1. Obrigado, Marcos. Você sempre me prestigiando. Fico muito honrado e feliz! 🙂

      A pergunta é ótima e pensei nela hoje mesmo enquanto tomava um café. Atualmente não sonho com nada diferente do que faço no momento. Quero consolidar essas conquistas e continuar explorando esse estilo de vida, que ainda é uma novidade para mim.

      Além disso quero continuar investindo na minha formação intelectual, que é algo que tem me feito um bem tremendo bem e dado muitos frutos. Minhas aspirações materiais são muito modestas, então não tenho grandes sonhos ligados a bens de consumo ou dinheiro.

      O que tenho além dessas coisas são algumas idéias que ainda não estão maduras o suficiente para que eu as chame de sonhos. São coisas que o tempo dirá se devo perseguir ou não. Uma delas é ter um veleiro e morar nele, mas no momento essa idéia ainda me parece um pouco absurda.

      Mas me conta aí, o que tu tens em mente como projeto de vida? Me amarro em saber isso das pessoas. Essa é uma pergunta que sempre faço quando conheço alguém. Aqui na Tailândia já perguntei pra muita gente, mas poucas são capazes de responder com clareza e objetividade.

      Responder

      1. Obrigado por me responder, André. Te acompanho desde a época do Mude.nu, da Academia de Pilotos e o tenho como uma grande referência pessoal. Gosto muito da sua maneira de pensar e ver o mundo.

        Adotei o GTD e o Plano de Voo como hábitos para a minha vida e, desde então, tenho tido bastante resultados.

        Nesses anos tive muitos sonhos e metas diferentes e venho alinhando cada vez meus objetivos para tudo que me possa proporcionar liberdade, autonomia, plenitude e realização pessoal.

        Decidi me tornar um coach de transição de carreira, visando ajudar pessoas a encontrarem e definirem seu caminho por meio do autoconhecimento.

        Meu sonho é viabilizar cada vez mais esse estilo de vida onde tenho a liberdade de atuar onde e com quem quiser e ainda contribuir verdadeiramente com a vida das pessoas. É nisso que estou trabalhando no momento e o seu guia caiu como uma luva.

        Ainda não me vejo como um nômade digital, mas não descarto essa possibilidade no futuro. 🙂

        Responder

        1. Boa, Marcos! Parece que agora somos colegas de profissão. Fico feliz de estar contribuindo com você nessa caminhada. 🙂

          Sucesso pra você e vamos conversando. Qualquer coisa é só entrar em contato, estou sempre à disposição!

          Um abraço!

          Responder

  12. E aí, quais suas dúvidas, curiosidades ou críticas? Procurei ser o mais claro e detalhado possível ao escrever, mas estou aqui para ajudar você e esclarecer o que for preciso.

    Comente abaixo e vamos conversar, eu respondo 100% dos comentário que recebo aqui no blog! 😉

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *